Translate

quinta-feira, 20 de outubro de 2016

A paz queridos, venho por meio desta me desculpar por estar já a muito tempo ausente do blog; estarei voltando com os estudos bíblicos e também com o canal no YouTube.

Se ainda não é um inscrito se inscreva agora e fique a par das novidades que em breve aparecerão.Clique aqui para se increver no canal Sacerdote de Judá no Youtube.

Você também pode colaborar voluntariamente com qualquer quantia para abençoar o canal, blog e a minha vida.
Deixa Deus te usar (risos).

Fiquem todos na paz!

Agência para Depósito CAIXA ECONÔMICA FEDERAL.
AGÊNCIA 2075/CONTA 00024929-3

Baixe uma apostila de estudo clicando abaixo:
Baixar/Download

sábado, 10 de janeiro de 2015

Amor ou Paixão? Qual a diferença entre um e outro?

Há quem diga que esta é uma geração de apaixonados, e não discordo disso. O mundo hoje não conhece a Deus e parece indisposto a saber se relacionar com Ele. O que me preocupa é que os tais apaixonados pregadores e cantores são pessoas apaixonadas por Deus.
Estas pessoas são muito ignorantes no conhecimento, e é triste saber que cantores do mundo "gospel" dizem heresias em suas letras ditas "inspiradas por Deus". Faltam estudar mais a Bíblia para evitar este tipo de compreensão deturpada.

O que é paixão? E o que é amor Filadélfia e Àgape? 


Paixão é um tipo de amor carnal. Sua origem vem do grego: Eros; de onde vem a palavra erótico. Por tanto, é um tipo de amor atrativo. Necessário apenas para a procriação da espécie humana. Um homem que se sinta atraído por uma mulher bonita está sentido por ela em outras palavras uma paixão. Aliás,  você sabia que a palavra Eros está ligada à Pornéia que é pornografia? Isso explica muito o fato de algo Erótico atrair a atenção do homem e da mulher,  pois tratasse de um desejo carnal e não espiritual. 
 O Novo Testamento foi escrito 99% em grego e a palavra paixão não aparece em nenhuma parte em ligação a Deus.
Deus diz que devemos amar ao próximo como a nós mesmos e esse amor é conhecido como Philos ou Philadelphia que é o amor fraternal,  o amor entre irmãos (1 João 3.16).  E a Bíblia apresenta o amor de Deus.  Aquele amor de João 3.16, o amor conhecido como ÀGAPE. O amor altruísta,  o amor que perdoa 70X7, o amor que a Igreja hoje precisa ter. Por essa razão, dizer que está apaixonado por Deus é o mesmo que dizer que o ama da forma mais baixa e desprezível.
Em outras palavras: paixão é o mesmo que concupiscência. 
Lembre-se:

"Sinônimo de AMOR é CARIDADE;
Sinônimo de PAIXÃO é CONCUPISCÊNCIA".  - (Anderson M. Santos)

Muitos hoje pensam que amor e paixão são a mesma coisa. Erram muito por não saberem distinguir, mas agora você já sabe a diferença. O que fará agora? Continuará cantando ou pregando essa blasfêmia sabendo que é errado, ou compartilhará esta notícia com a sua família e Igreja Local?

Que voltemos ao primeiro amor ao invés da primeira paixão.

Que Deus abençoe a sua vida e até o próximo post :D

terça-feira, 2 de dezembro de 2014

Por que Deus permitiu que Adão e Eva comessem o Fruto Proibido?


 Passam-se anos, décadas, séculos e milênios e em nós permanece uma pergunta atemporal:
Por que Deus permitiu que Adão e Eva comessem do Fruto Proibido?
Para nós seria mais fácil se Deus não tivesse posto aquela árvore no jardim, dessa forma o ser humano viveria para sempre. Só que não é dessa forma. Se Deus é bom e perfeito e sabe de tudo antes de acontecer, por que Ele permitiu que o pecado entrasse no mundo?

Ao lermos a Bíblia por vezes deixamos de reparar nos pequenos detalhes que nos cercam. E são nesses trechinhos que desprezamos que muitas das vezes está a resposta.
Lemos em Gênesis 2.16 e 17 que Adão poderia comer de todas as árvores do jardim, menos a árvore da ciência do bem e do mal. 
Aqui vemos o que? Deus alertando Adão que o MAL existe. Isso é muito, muito importante, pois é através dessa palavra que entenderemos melhor o porquê de Deus ter colocado essa árvore no jardim.
Deus criou os seres dotados de livre-arbítrio, e como tal, temos direito a escolha. A partir do momento em que o mal existiu, houve então o período entre escolher o certo e o errado. Deus então colocou essa árvore no jardim, pelo motivo de não querer privatizar Adão dizendo: "O bem é a única coisa que existe", isso seria mentira.
Então o que Deus fez? Conscientizou o casal de que o mal existia. Conscientizou a eles dois um caminho de escolha. E então poderiam decidir qual caminho seguiriam por eles mesmos.
E quero enfatizar que Deus deixou extremamente claro para ambos que o mal gera a morte, assim como as más escolhas. Elas existem e sempre existirão, mas Deus não te impedirá de tomar as decisões erradas... Mas tenha certeza de que Ele te dirá que o caminho pelo qual está escolhendo não te fará bem. É o dever dele como Pai. Você que é Pai ou mãe, sabe que antes mesmo de ter seus filhos, sabia que eles não seriam 100% perfeitinhos. Você sabia, antes mesmo de gerá-lo que quando nascesse e crescesse ele faria birra, desobedeceria, algumas vezes até gritaria com você, e até dizer que não gosta de você. Mas mesmo sabendo disso, mesmo assim você o gerou. Sabendo do que enfrentaria. Mas ainda assim, sabendo que seu filho faria coisas erradas você o continua amando, isso porque ele é seu filho. Da mesma forma é Deus. 
Saber que dos anjos que Ele iria criar haveria um que se rebelaria não tirou de Deus a vontade de criar estes seres.
E quando Lúcifer caiu do céu com a terça parte dos anjos, Deus sentiu da vontade de criar alguém conforme a sua imagem e semelhança. Sabia da existência do mal e não poderia evitá-lo pois isso quebraria o livre-arbítrio do ser humano e é por essa razão que Deus mostrou a Adão e Eva o fruto proibido. Para que soubessem da existência do mal e pudessem escolher qual caminho seguiriam.

Infelizmente sabemos qual escolha eles tomaram, mas Deus através de sua promessa redentora nos deu o Seu Filho Jesus Cristo para que por meio dEle encontrássemos novamente o caminho para a Árvore da Vida.


Fiquem com Deus! Até o próximo post. Comentem este estudo. Se inscreva no canal e mande sugestões, perguntas e compartilhem para fazer este projeto crescer. Que Deus te abençoe ricamente e até a próxima.

domingo, 20 de abril de 2014

A Verdadeira Páscoa

   É realmente preocupante nos dias de hoje nossas crianças ainda acreditarem em Papai Noel e Coelhinho da Páscoa. Os tempos mudaram, é verdade, porém muito país conservadores ainda nutrem o pensamento dos filhos com estas inverdades.
  Qual é o problema afinal?
  O problema é que como homens e mulheres de Deus que somos temos a obrigação de ensinar a criança o caminho certo para ela não se deviar dela quando for adulta (Pv 22.6).
  Percebo que em dias festivos tais como a Páscoa que é hoje, a preocupação dos país é comprar o tal do ovo do Coelhinho. Isso torna a mente da criança vulnerável ao pensamento de que Páscoa só é Páscoa se tiver ovos de chocolate e o significado da Páscoa acaba se perdendo. O propósito de Satanás é de ridicularizar o sacrifício de Jesus Cristo, e para isso ele não economiza em inventar coisas das quais ele bem sabe que gostamos. Não foi no Éden que ele tentou Adão e Eva? Qual artimanha ele usou para os faze-los pecar, senão o estômago? Aquilo que parecia agradável aos olhos rompeu o plano original de o homem e a mulher serem eternos. E hoje não é diferente, pois o personagem que está em primeiro lugar na Páscoa é o tal do Coelho e não Jesus. Por favor Igreja acorde e veja que a realidade é essa.
  Jesus disse na última Páscoa na ceia: Fazei isso em memória de mim. Estamos lembrando dEle da maneira correta como Ele nos disse? Lembre-se do que está escrito sobre os últimos dias: aquele que INVOCAR O NOME DO SENHOR será salvo. Muitos estão se esquecendo disso infelizmente.
  Vamos educar nossas crianças direito, volto a falar sobre elas, pois são o que restará de nós quando partirmos. Tire o anátema do meio da sua família. Jogue fora o paganismo. Não estou dizendo para parar de comprar ovos de chocolate não, eu também gosto muito, trufado com maracujá então nem me fale. O que quero dizer é que o símbolo da Páscoa é O Cordeiro, não um coelho. Quando seu filho ou filha perguntar por quê o coelho entrega ovos sendo que coelhos são mamíferos, ensine para ele(a) a verdade. Diga que não é coelho nenhum o símbolo da Páscoa, conte a história de Jesus. A mente da criança não ficará confusa a isto. Diga sem medo que o coelho da Páscoa não existe, mas que existe o Cordeiro Pascoal que morreu e ressuscitou ao terceiro dia e foi por nós, e hoje vive e virá nos levar para os céus.

Até o próximo post.
Vem coisa nova mais a frente.

Que Deus abençoe a sua vida e feliz Páscoa.
:D

domingo, 19 de janeiro de 2014

Decifrando o livro de Gênesis - Apostila 1 para impressão.

A Paz do Senhor queridos e queridas!

Mais uma vez o blog Sacerdote de Judá está disponibilizando um arquivo em PDF, desta vez é a primeira apostila de estudos. O nome dela é Decifrando o Livro de Gênesis. Em breve estarei escrevendo a apostila 2, orem por mim.
Gênesis é um livro muito rico em promessas e profecias, mas devido a passagens aparentemente complicadas as pessoas o deixam de ler. Neste livro aprendemos que o mundo não surgiu de um Big Bang, mas sim pela poderosa Palavra de Deus. Nessa apostila há perguntas atemporais tais como: 
Deus se arrepende? Quem era a mulher de Caim? Os anjos se apaixonaram pelas mulheres e tiveram filhos com elas? De onde surgiu a crença em outros deuses? 
Além do mais a apostila começa com um breve estudo sobre os anjos. Qual a diferença entre um serafim, um querubim, um arcanjo e um anjo? Chega de mistérios! Abra e aprenda como tudo começou de maneira fácil. Totalmente grátis! Faça o download e por favor, me mande sua crítica para meu email: sacerdotedejuda@gmail.com. Ficarei feliz em saber sua opinião e sugestão para cada vez mais escrever de maneira clara e objetiva, Deus te abençoe!

   

terça-feira, 3 de setembro de 2013

Lista de chamada para impressão

O blog Sacerdote de Judá está disponibilizando pela primeira vez o download de uma lista de chamada para Escola Dominical.
Você que é professor de Escola Bíblica Dominical pode fazer o download de sua lista de chamada gratuitamente, basta clicar na imagem e seguir as intruções.

Deus te abençõe!



quarta-feira, 12 de junho de 2013

Onde a Igreja passará a eternidade?

  A paz do Senhor blogers, estive um tempo ausente, mas finalmente voltei ;-D, rss...
  
  Parece simples para muitos responder a esta pergunta, mas não é tão simples quanto parece. Nós evangélicos temos um certo fascínio pelos céus. Todos almejamos ir para lá um dia, não é mesmo? Verdade é que os salvos irão para os céus, mas é mentira que passarão a eternidade lá.
  Você sabia que em nenhuma parte a Bíblia diz que passaremos a eternidade nos céus? Sabia que uma grande parte de cristãos acreditam nisso? Pois é, a maioria dos pregadores pegam textos isolados das Escrituras e ensinam que a Igreja passará a eternidade nos céus, interpretando erroneamente a exegese de I Tessalonicenses 4.17.
  Alguns acreditam até que Jesus virá num disco voador e nos levará para outro planeta (essa é a crença da Nova Era); outros dizem que viveremos num paraíso terrestre (esta classe de pessoas não estão totalmente erradas, pois segundo a Palavra de Deus a Igreja, sim passará a eternidade em um novo céu e uma nova terra.
"E vi um novo céu e uma nova terra. Porque já o primeiro céu e a primeira terra passaram e o mar já não existe."  Apocalipse 21.1 
  Muitos se baseiam no livro já mencionado de I Tessalonicenses 4.17, onde se lê: "Depois nós, os que ficarmos vivos, seremos arrebatados juntamente com ele nas nuvens, a encontrar o Senhor nos ares, e assim estaremos  para sempre com o Senhor" (grifo meu). No lugar onde enfatizei o versículo é a frase que muitos sem saber enfatizam que o céu será nossa eterna morada, e não pára por aí: existem muitos versículos que dão a entender isso. Por exemplo, Jesus disse: "Na casa de meu Pai há muitas moradas: se não fosse assim eu vo-lo teria dito. Vou preparar-vos lugar. E quando eu for, e vos preparar lugar, virei outra vez, e vos levarei para mim mesmo, para que onde eu estiver estejais vós também" (Jo 14.2 e 3).
  Entenda querido(a) leitor(a) uma coisa: a Bíblia é um Livro Santo que é composta por vários outros livros que devemos ler para entendermos o assunto em questão. Então não adianta pegar o texto fora do contexto pois isso nos levará para o caminho errado. Daí você me pergunta: "Irmão Anderson, então você não acredita no arrebatamento da Igreja?", Claro que acredito e estou esperando pela vinda do Senhor Jesus. Aí você pensa que estou entrando em contradição mas não é isso, deixe me explicar: a Igreja morará um tempo nos céus e depois virá para a terra, onde habitaremos para todo o sempre.
  O estudo começa aqui!  Agora vamos analisar os textos mencionados acima para compreender esta verdade. Vamos lá...

A verdadeira Escatologia


  Escatologia é a parte da teologia que ensina sobre às coisas que acontecerão no futuro. É o estudo das últimas coisas. Está baseada sobre às profecias do Antigo e Novo Testamento, assim sendo, onde passaremos à eternidade está na escatologia bíblica que deve ser interpretada corretamente. Vamos analisar os textos outrora mencionados para entendermos a mensagem que Deus nos deixou: 

"Depois nós, os que ficarmos vivos, seremos arrebatados juntamente com ele nas nuvens, a encontrar o Senhor nos ares, e assim estaremos  para sempre com o Senhor" (ITs 4.17)

 "Na casa de meu Pai há muitas moradas: se não fosse assim eu vo-lo teria dito. Vou preparar-vos lugar. E quando eu for, e vos preparar lugar, virei outra vez, e vos levarei para mim mesmo, para que onde eu estiver estejais vós também" (Jo 14.2 e 3)
  
  Estes textos não estão dizendo que moraremos para sempre nos céus, analise comigo: ambos falam de estar com o Senhor para sempre e de uma morada celestial, certo? Certo! Estar para sempre com o Senhor trás a ideia de que aonde o Senhor estiver estaremos com ele; e quando Jesus disse que no céu havia muitas moradas estava se referindo a Nova Jerusalém Celestial, chamada simbolicamente de mãe por ser uma cidade de abrigo para aqueles que irão herda-la (Gl 4.26).
"Então dirá o Rei para os que estiverem à sua direita: Vinde, benditos de meu Pai, possuí por herança o reino que vos está preparado desde a fundação do mundo" (Mt 25.34)
   Quando chegar o dia do arrebatamento, ficaremos nos céus por um período de 7 anos. Por que 7 anos? Porque será o período em que o anticristo irá reinar na terra. Neste período haverá o casamento de Jesus Cristo com sua Noiva, a Igreja. Cada salvo em particular será julgado segundo as suas obras para receber o galardão.
"Eis que cedo venho, e o meu galardão está comigo, para dar a cada um segundo a sua obra" (Ap 22.12) 
   Note que tratasse dos salvos a quem Cristo se refere nesta passagem; galardão é uma premiação por tudo o que fizemos aqui na terra em prol do Reino de Deus.
  Ao fim dos 7 anos, Cristo voltará para destruir o império do anticristo e instaurar o seu reino neste mundo. Neste período haverá uma mudança radical no comportamento da humanidade e natureza. Veja o que a Bíblia diz:

   LONGEVIDADE PARA A HUMANIDADE
"Não haverá mais nela criança de poucos dias, nem velho que cumpra os seus dias; porque o menino morrerá de cem anos; porém o pecador de cem anos será amaldiçoado" (Isaías 65.20)
"porque os dias do meu povo serão como os dias da árvore, e os meus eleitos gozarão das obras de suas mãos"  (Isaías 65.22 b)
  MUDANÇA DE COMPORTAMENTO NO REINO ANIMAL 
"A vaca e a ursa pastarão juntas, seus filhos se deitarão juntos, e o leão comerá palha como o boi" (Isaías 11.7)
"O lobo e o cordeiro se apascentarão juntos, e o leão comerá palha como o boi; e pó será a comida da serpente. Não farão mal nem dano algum no meu santo monte, diz o SENHOR"  (Isaías 65.25)
     Depois que Jesus reinar por mil anos, aniquilará Satanás e seguirá o Grande Julgamento do Juízo Final, quando todas estas coisas acontecerem, aí então a terra será transformada.
"E vi um novo céu, e uma nova terra. Porque já o primeiro céu e a primeira terra passaram. E eu, João, vi a santa cidade, a nova Jerusalém, que de Deus descia do céu, adereçada como uma esposa ataviada para seu marido." (Ap 21.1,2)
  Note que a cidade nova Jerusalém desce dos céus para estar aqui na nova terra. O lugar da Igreja é estar ao lado do seu Marido para toda a eternidade. "E assim estaremos para sempre com o Senhor".
  Por séculos na oração nós pedimos: "Venha o teu reino". E em breve, esta oração irá se cumprir. Simbolicamente o reino dele já está em nosso coração, mas está palavra é literal. O reino de Deus é chegado para que toda a terra clame dizendo: "Bendita é a nação cujo Deus é o Senhor" (Sl 144.15).
  A terra é nossa herança! Foi o que Jesus disse: "Bem-aventurado os mansos, pois eles herdarão a terra" (Mt 5.5).
  A Igreja, amado e amada, passará a eternidade num novo céu e numa nova terra cujo sol é o próprio Senhor, o Sol da Justiça, que limpará dos nossos olhos toda a lágrima. Creia nisso e cantemos o hino 525 da harpa cristã:
"Já refulge a glória eterna de Jesus o Rei dos reis, breve os reinos deste mundo seguirão as suas leis; os sinais da sua vinda mais se mostram cada vez. Vencendo vem Jesus!
GLÓRIA! GLÓRIA! ALELUIA! GLORIA GLORIA! ALELUIA! GLORIA! GLORIA! ALELUIA! VENCENDO VEM JESUS!"
  Fiquem na paz e até o próximo post, e por favor: curta/comente/compartilhe.
  Semeando a Palavra colheremos almas.